quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

PUTINHO DE CU FRESCO...HEHEHE

video 


Ô, DELÍCIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA....
NO CALOR QUE TÁ FAZENDO...
O PUTO TEM MAIS É QUE AGRADECER!!
HEHEHEHEHEHE










sábado, 24 de janeiro de 2015

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

CAPACHO GOSTOSO

video  

EITA, CAPACHO GOSTOSO!!
QUEM NÃO GOSTARIA DE TER UM DESSES EM CASA?
HEHEHEHEHEH



 








segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

sábado, 17 de janeiro de 2015

EMBLEMA DO BDSM

 

O emblema do BDSM foi criado por Quagmyr, em 1995 e surgiu da necessidade de existir algo discreto que pudesse identificar, em qualquer lugar comum, alguém que gostasse de BDSM.
Inicialmente inspirado na descrição do anel usado por “O” na “História de O”, rapidamente evoluiu encontrando grandes semelhanças com o Triskelion, símbolo antigo, com significados vários e usado por muitos povos, nomeadamente o Celta. A sua versão final foi buscar inspiração ao diagrama Taijitu da filosofia taoista que representa o princípio do Yin e do Yang. Este princípio ajustava-se perfeitamente e veio ajudar a explicar o cerne do BDSM. A troca de energias entre duas forças complementares, uma dominante e a outra submissa, que interagem na busca de um prazer comum. As naturezas opostas atraem-se e complementam-se. A parte dominante só encontra razão de actuar se existir uma parte submissa, e vice-versa. E, como o próprio símbolo sugere, estas forças não são estáticas, onde acaba um começa o outro consecutivamente, potenciando as verdadeiras características dos dois.
Nem todos os símbolos em forma de Triskelion se referem ao BDSM. O que o distingue dos demais são os pormenores e os seus significados.
A sua forma fechada – o aro, representa todo o universo BDSM e a unidade que a comunidade precisa para se desenvolver e proteger. 
Os três raios curvos poderão estar associados a uma representação estilizada de um chicote, ou de um braço em movimento numa acção de spanking. O aro e os raios que se orientam sempre no sentido dos ponteiros do relógio, são representados numa cor metálica - ouro, prata ou ferro - simbolizando o metal usado nas correntes como símbolo de servidão. Os três campos internos em forma de gota são sempre pretos e representam o lado alternativo característico da sexualidade BDSM.
Os três pontos que existem em cada divisão são perfurados e simbolizam o vazio que qualquer indivíduo sente, dentro de um contexto BDSM, em estar sozinho. A interacção entre um Top e um bottom será sempre uma relação de equilíbrio, em constante movimento e evolução, onde um completa o outro. BDSM não pode ser feito sozinho, quer seja encarado como um jogo erótico ou como um estilo de vida amoroso. 
As três divisões do emblema  representam a sigla do BDSM - dividida em  BD (Bondage e disciplina), DS (Dominação e submissão) e SM (sadomasoquismo), a trilogia SSC (são, seguro e consensual) e ainda a comunidade BDSM composta por Tops (Dominadores, Senhores, Mestres), bottoms (submissos, escravos) e Switchers. 






 

DESENHEI NA PRAIA... 
PRA VOCÊS, NUM FINAL DE TARDE....




 

...E À NOITE.
MESTRE M.